Ansiedade – Escravidão de si mesmo

A ansiedade juntamente com a depressão hoje é um dos maiores males da atualidade, porque ela gera uma sensação de incompletude, uma sensação de tristeza e como consequência ela tira a pessoa do momento presente.

A ansiedade é um estado praticamente vegetativo, um estado de atenção plena.

Imagina você ter que ficar observando tudo que está acontecendo fora, então você tem que focar em várias coisas ao mesmo tempo.

A ansiedade também tem um lado positivo. Assim como tudo na vida ela te impulsiona faz você querer ser uma pessoa melhor, saber mais, ser melhor no trabalho, ter mais prosperidade, planejar melhor a sua vida.

A ansiedade é uma emoção positiva, assim como o medo, a questão é quando ela passa de um limite e passa a se voltar contra você!

A ansiedade ela é decorrente de duas situações básicas:

1º Uma cobrança externa, ou seja, a uma expectativa que um pai ou uma mãe tem em relação ao filho ou filha.

A mãe e o pai criam uma expectativa na criança, e a criança fica na situação de cobranças e começa querer a corresponder às expectativas, isso gera uma ansiedade porque ela não está mais vivendo o momento presente, ela está com a energia dela voltada para fora dela mesma para corresponder uma expectativa.

A consequência disso é que ela não vive o momento presente, ela passa a sobreviver a um custo altíssimo.

A ansiedade significa uma descarga de adrenalina, gerando um estado de atenção constante, uma defesa constante que torna você escravo de você mesmo.

E essa escravidão é estabelecida na infância e tende a piorar com o passar dos anos, porque você acaba desenvolvendo mecanismos mentais de recompensas.

Quando a realidade é muito dura para a criança, ou quando ela entra numa realidade de desamor, de abandono real ou imaginário, ela sai da realidade e vai para o futuro ou para o passado.

O passado vira tristeza, o futuro vira ansiedade.

A ansiedade é o escape que você criou para sair do momento presente e ir para o futuro. Só vive no dia de amanhã esperando tudo para o amanhã, como por exemplo ” amanhã eu serei feliz, amanhã meu filho vai me obedecer, amanhã vai ser bom, amanhã tudo”. E com isso a vida passa e você não viveu, só sobreviveu!

Por outro lado, quem vive no passado, vive na tristeza, nas mágoas, fica revoltado voltando naquilo que foi do passado.

E a tristeza também gera ansiedade!

A ansiedade custa biologicamente muito mais, porque o gasto de energia, a liberação de adrenalina, a liberação de cortisol e a atenção que você tem que ter em estar sempre na defesa,  ocupado com que os outros pensam de você, sempre na busca da perfeição e assim a vida fica difícil, complicada e sem graça.

Não vale a pena!

Então qual a saída?

A saída não é racional, a questão é não saber se você é ou não ansiosa.

Na fila genética nós temos três cérebros: O cérebro reptiliano, o cérebro límbico e o cérebro neocórtex ou cérebro racional.

Então se o cérebro reptiliano é um instinto, o cérebro mamário ele é a emoção e depois a razão.

Quem manda em você, o instinto, a emoção ou a razão?

Quem respondeu o instinto respondeu bem, porque o instinto manda, porque você faz coisas que você não aceita fazer.Quem manda: a emoção ou a razão?

Claro que a emoção, porque ela veio antes, ela é mais forte. A mente não manda no coração!

Ansiedade é uma liberação física de hormônios onde sua mente fica atenta, você sai do momento presente e vai para o futuro não vivendo e sim sobrevivendo, porque está sempre se antecipando.

Isso não é vida, isso é escravidão de si mesmo, de uma autocracia.

Mas qual a saída?

1º Nós temos o corpo humano, ou seja, o seu corpo vai te ajudar. Mas como?

Ele vai ficar doente! Você terá várias doenças que são frutos de ansiedade para você tomar consciência de que você está ansiosa(o).

A doença tem como função fazer você tomar consciência de que algo está errado, que não está bem e que você está vivendo algo que não precisa.

E quando você resolve isso a doença vai embora!

Escute e respeite seu corpo!

Muito da ansiedade não é sua, ela vem do seu pai, sua mãe avós e de seus antepassados. É aquilo que você quer representar para os outros.

Então faça uma escolha, comece a falar “Eu tenho o desejo sincero de descobrir por que eu sou ansioso(a).

Se você começar falando isso 1,2,3 10,100, 200 vezes, quando você chegar a 200 vezes você irá descobrir, porque esta informação já terá chego para todo o seu ser. Essa palavra chegará ao universo, e chegará a sua mente.

Essa é uma ferramenta maravilhosa porque ninguém sabe mais de você do que você mesmo, ninguém quer viver melhor do que você mesmo!

O problema é que você está escravizado(a), por uma correspondência emocional.

2º Não lute contra a ansiedade, porque quanto mais você luta, mais você se liga. Não tem jeito!

Pelas leis da Constelação Familiar Sistêmica , quanto mais você rejeita algo, mais preso a ela você fica!

Então quanto mais você briga com a sua ansiedade mais preso a ela você fica.

Procure o porquê, acolha e aceite, e a partir dai você começará a ver que você não é esse monte de coisas que está na sua cabeça.

Você passa a ser livre para fazer uma escolha.

Você pode falar e repetir essa frase “Eu sou livre para escolher o que é melhor para mim”. Quando você fala essa frase você coloca limite, voltando para o tempo presente devendo com toda intensidade do momento presente, sem se preocupar com o futuro.

Viva o momento presente e então você começará a ficar aberto para o novo!

Faça um ciclo na sua vida, o que não presta mais de emoções deixe de lado, não lute contra. Acolha e aceite!

Escolha diferente hoje, diga “Eu não sou isso”, e você passará a ter uma nova postura diante de você mesmo e essa postura irá se reverter em uma forma mais calma, mais tranquila. Você não irá esperar as coisas acontecerem, não irá mais interromper as coisas, você terá longevidade, você viverá intensamente cada momento, sem cobrança.

Uma pessoa que não é ansiosa mostra para o mundo que ela é imperfeita, que ela é humana. E é lindo mostrar sua humanidade, sua imperfeição, que se é falho.

Para que ser perfeito?

O primeiro amor é o seu amor, você amando você mesmo. E se você se ama você não precisa mais corresponder às expectativas de ninguém.

A luta para sair da ansiedade é ter o desejo sincero de descobrir a causa, é parar de corresponder as expectativas dos outros, e viver o momento presente com a maior intensidade possível.

A vida com menos ansiedade é muito mais intensa!

Viver sem ansiedade é viver com saúde total.

Para assistir o vídeo completo clique no link: https://www.youtube.com/watch?v=xg1CPIdkNNk

Abraço Dr. Adailton Meira.

CONTATO

Telefones:
+55 (19) 99361-5996
+55 (19) 3234-0717

 

E-mail:
instituto@adailtonmeira.com.br

CLÍNICA SALVATORE MEIRA

Endereço:
Rua Elisiário Prado, 46
Botafogo, Campinas – SP
Brasil

CONTATO

Telefones:
+55 (19) 99361-5996
+55 (19) 3234-0717

 

E-mail:
instituto@adailtonmeira.com.br

CLÍNICA SALVATORE MEIRA

Endereço:
Rua Elisiário Prado, 46
Botafogo, Campinas – SP
Brasil